Luiz, uma das primeiras crianças atendidas pela Fraternidade sem Fronteiras

Luiz, sonho de ser médico

(Texto do estudante de medicina e caravaneiro Satyaki Afonso)

"Hoje gostaria de falar sobre o Luiz, uma das primeiras crianças atendidas pela Fraternidade sem Fronteiras, na aldeia de Barragem. Luiz tem 17 anos, e cursa a 12ª série, equivalente ao terceiro ano do ensino médio. Ele hoje sonha em fazer medicina, o que antes seria impossível para ele ou qualquer outra criança de sua aldeia natal. Durante os atendimentos médicos da caravana, foi designado para auxiliar com a tradução, mas não se limitou nessa função. Com uma alegria que transbordava no olhar, mantinha-se atento em cada detalhe, desde as queixas apresentadas até os tratamentos empreendidos. Assim como toda a equipe, Luiz se dedicou integralmente. Num dia calçava luvas, noutro colocava máscara. Quando um estetoscópio sumia, podia olhar no pescoço dele, que estava lá. Ríamos e continuávamos o trabalho. Com sede de aprender, perguntava sobre tudo, tal como quando estávamos no começo do curso de medicina. Tínhamos um mundo novo a ser descoberto, e agora um mundo novo se apresentava aos olhos desse menino, que reluziam cada vez mais. Curioso com o estetoscópio, pela primeira vez auscultou um coração. E o nosso coração se alegrava e se conectava cada vez mais com o dele e o de cada uma das 9 mil crianças que o sucederão. Antes da Fraternidade, essas crianças não tinham nem sequer o que querer. Agora já podem escolher sua futura profissão".


Quer fazer parte do futuro de outras crianças?

Clique aqui:

Quero apadrinhar

faça parte de um de nossos projetos.

 

 

Português, Brasil

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é pra confirmar que você é um ser humano e não um robó enviando spam automático.