You don't have javascript enabled. Please, enable the javascript or try another browser.

Corações do bem em Campo Grande


 

No último final de semana, 16, aproximadamente 80 divulgadores e coordenadores da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras, se reuniram em Campo Grande, Mato Grosso Do Sul.

O primeiro encontro de divulgadores dos trabalhos da ONG reuniu voluntários de vários estados do Brasil, e brasileiros que moram no exterior. Fortalecendo as ações humanitárias entre palestras, apresentações dos novos projetos, questões de gestão e transparência da Organização, foram os motivos para o encontro.

“Esse encontro está sendo muito bom, estou aprendendo muito e conhecendo mais ainda da Fraternidade. Aprendendo também como devo agir para ajudar na divulgação da causa”, agradece Lawrence Garcia, médico caravaneiro de Uberlândia, Minas Gerais.

A chegada da água e o cultivo sustentável nas aldeias de Moçambique, proporcionado pela Fraternidade - que nos país perfurou 10 poços artesianos – foi um dos assuntos que serão tratados durante a programação, e uma nova campanha desafiadora, a construção de uma cidade, em Madagascar – A Cidade da Fraternidade - também foi apresentado.

Estiveram presentes agrônomos que realizaram o trabalho sustentável em Moçambique, como Elielda Fernandes, que morou 5 meses em uma aldeia em Muzumuia, em um Centro de acolhimento da Fraternidade sem Fronteiras, região de Moçambique.  “É muito gratificante ver nosso trabalho por lá. Realmente a Fraternidade sem Fronteiras faz toda a diferença naquela realidade”.

Profissionais de outras áreas – todos voluntários -  envolvidos em projetos na África e no Brasil, também contarão suas experiências e trabalhos realizados pela FSF. Angélica Bogatzky é médica e já viajou a Moçambique duas vezes e também faz parte do projeto Ação Madagascar, presente também nas duas caravanas a Madagascar. “Não existe conexão mais forte com o ser humano. Com certeza existe uma Angélica antes e depois da África”. 

A Orquestra Filarmônica Jovem Emmanuel – projeto mantido pela Fraternidade sem Fronteiras - composta por jovens da periferia da cidade, também um dos projetos apresentado, emocionou os convidados no palco, abrindo o evento no Instituto Missionário São José, que iniciou no sábado 7h30 da manhã até às 21h, finalizando no domingo das 7h30 ao 12h.

Português, Brasil

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é pra confirmar que você é um ser humano e não um robó enviando spam automático.