Com 461 jovens acolhidos, Fraternidade atinge meta nesta etapa e campanha permanente de apadrinhamento segue com outros projetos

461 jovens acolhidos, Fraternidade atinge meta nesta etapa

Foto: Felipe Torres (caravaneiro)


De um lado comemoramos, do outro vemos que ainda há muito a ser feito. O apadrinhamento de jovens de Moçambique e do projeto Chemin Du Futur alcançou a meta prevista para essa fase dos projetos. A notícia é recebida com entusiasmo e suspende, temporariamente, os apadrinhamentos de jovens, enquanto outros projetos prosseguem em busca de mais padrinhos.

Nas aldeias de Moçambique, 461 jovens têm alimentação, capacitação profissional e oportunidade de continuar os estudos. Em Dakar, no Senegal, o apoio ao projeto Chemin Du Futur possibilita a orientação, com disciplina e afeto, de 21 jovens que antes viviam nas ruas. São ações de um movimento transformador, possível graças à doação dos padrinhos e madrinhas.

Novas fases virão e o apadrinhamento desses projetos será reaberto. Em Moçambique, 200 novos idosos entraram no cadastro da Fraternidade Sem Fronteiras e dependem dos apadrinhamentos para receberem alimentação. Muitos deles vivem sozinhos e sem condições até mesmo para locomoção. Nesses casos, os jovens, acolhidos pela Fraternidade, levam comida a eles em suas casinhas e criam laços afetivos por meio da convivência diária.

O Projeto Microcefalia é uma corrida contra o tempo que a Fraternidade apoia. As crianças do Estado da Paraíba, diagnosticadas com microcefalia, precisam de atendimento adequado. O SUS não cobre o tratamento necessário e quanto mais cedo elas forem atendias, maior a chance de redução das sequelas.

O Estrutural Moçambique é o que garante meios para construir e equipar novos centros de acolhimento. A estruturação faz com que o acolhimento aconteça de forma adequada, com cozinhas, banheiros e salas de apoio ao trabalho.

A Ação Madagascar começou de forma emergencial e continua com todo empenho dos padrinhos para levar ajuda humanitária às famílias vítimas de uma das piores crises humanitárias do mundo. Lá, o apadrinhamento leva alimentação, atendimento à saúde e ainda fornece condições básicas de higiene.

Todas essas ações ganham vida e sustentação porque encontraram afeto em forma de doação. O apadrinhamento é o coração dos projetos e juntos, somos um só povo, um só coração.

Português, Brasil

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é pra confirmar que você é um ser humano e não um robó enviando spam automático.